Norma Nosaki: a beleza de ser um eterno aprendiz

Norma Nosaki: a beleza de ser um eterno aprendiz Refer√ɬ™ncia na Osteopatia, ela ressalta a import√ɬĘncia de buscar conhecimento e se manter atualizada profissionalmente Entrevista feita a revista O OSTEOPATA Revista O Osteopata – Como era sua vida profissional antes da Osteopatia? Nosaki – J√ɬ° era formada em Fisioterapia h√ɬ° 15 anos, tinha uma cl√ɬ≠nica […]

Evid√ɬ™ncias cient√ɬ≠ficas e a filosofia osteop√ɬ°tica √Ę‚ā¨‚Äú Nobel de Medicina 2016 Um dos elementos mais fascinantes dentro da osteopatia √ɬ© o seu conte√ɬļdo filos√ɬ≥fico, e como ela √ɬ© atual. O estudo vencedor do Pr√ɬ™mio Nobel de Medicina de 2016 vem ao encontro das ideias do Dr. Andrew Taylor Still e nos oferece mais uma evid√ɬ™ncia […]

John Martin Littlejohn | 1865 √Ę‚ā¨‚Äú 1947 John Martin Littlejohn nasceu em Glasgow, na Esc√ɬ≥cia, em 15 de fevereiro de 1865. Primog√ɬ™nito de tr√ɬ™s filhos, dedicou-se aos estudos de Teologia, Letras, Direito e Medicina. Em 1887, sofria com constantes inflama√ɬß√ɬĶes e hemorragias na garganta e foi aconselhado por um importante m√ɬ©dico a renunciar ao clima […]

Perna curta pode causar disfun√ɬß√ɬĶes osteop√ɬ°ticas Profa. Anna Claudia Lan√ɬßa O comprimento dos membros inferiores pode alterar a posi√ɬß√ɬ£o est√ɬ°tica e gerar diversas disfun√ɬß√ɬĶes osteop√ɬ°ticas adaptativas na nossa coluna vertebral, quadril, joelhos e p√ɬ©s, sendo um fator que contribui para in√ɬļmeros sintomas nessas regi√ɬĶes. Um ter√ɬßo dos nossos pacientes apresenta uma perna curta verdadeira, por√ɬ©m […]

Escrito por: Prof√ā¬į Ft. M√ɬ°rcio Valsechi J√ɬļnior O conceito osteop√ɬ°tico tem se mostrado de grande utilidade na resolu√ɬß√ɬ£o de alguns comprometimentos vinculados aos nervos cranianos. At√ɬ© bem pouco tempo atr√ɬ°s, existia-se uma lacuna no tratamento dos nervos cranianos, pois, ainda n√ɬ£o haviam ferramentas voltadas especificamente para o tratamento destas estruturas. Os nervos cranianos, assim como os […]

Tratamento do Complexo do Ombro segundo a vis√ɬ£o da Filosofia Osteop√ɬ°tica Prof. Ft. Bruno Hernandes Introdu√ɬß√ɬ£o Sobre o complexo articular do ombro vale destacar tr√ɬ™s observa√ɬß√ɬĶes importantes: O complexo articular do ombro √ɬ© formado por cinco articula√ɬß√ɬĶes, sendo tr√ɬ™s articula√ɬß√ɬĶes que possuem estrutura c√ɬ°psulo-ligamentar, membrana e l√ɬ≠quido sinovial, denominadas de articula√ɬß√ɬĶes verdadeiras (glenoumeral, acromioclavicular e […]

A randomized controlled trial investigating the effects of craniosacral therapy on pain and heart rate variability in fibromyalgia patients

Adelaida Mar ŐĀńĪa Castro-Sa ŐĀnchez Department of Nursing and Physical Therapy, University of Almer ŐĀńĪa, Guillermo A Matara ŐĀn-Pen ŐÉarrocha Health District Ma ŐĀlaga Norte, Malaga, Nuria Sa ŐĀnchez-Labraca Department of Nursing and Physical Therapy, University of Almer ŐĀńĪa, Jose ŐĀ Manuel Quesada-Rubio Department of Statistics, University of Granada, Jose ŐĀ Granero-Molina Department of Nursing […]

Os Resultados do Ajuste Postural em Atletas de Alto Rendimento

Dr. Hellington Bonif√°cio Vinhotte ¬†Contextualiza√ß√£o¬† H√° evid√™ncias de que o nosso corpo √© uma unidade e que todas as estruturas de alguma forma se interrelacionam, podendo um est√≠mulo gerar diversas respostas. O homem adulto √© o √ļnico totalmente b√≠pede dentre os mam√≠feros, caracter√≠stica pela qual, devido ao meio em que vivemos, estamos sofrendo est√≠mulos constantes […]

Efeito da manipula√ɬß√ɬ£o cervical no equil√ɬ≠brio de indiv√ɬ≠duos assintom√ɬ°ticos Dr. Gustavo F√ɬ©lix Teixeira, C.E.I   Lei da Art√ɬ©ria: a Lei da Art√ɬ©ria √ɬ© um dos quatro princ√ɬ≠pios osteop√ɬ°ticos desenvolvidos por Andrew Taylor Still. Ela diz que o papel da vasculariza√ɬß√ɬ£o arterial √ɬ© fundamental e indispens√ɬ°vel para uma fisiologia correta, e que a osteopatia deve favorec√ɬ™-la […]

Aspectos Osteop√°ticos em Indiv√≠duos com Disfun√ß√Ķes Craniomandibulares. ‚ÄúA Libera√ß√£o da Avenida da Express√£o‚ÄĚ

Dr. Herm√≠nio Marcos Teixeira Gon√ßalves, C.E.I Introdu√ß√£o   Somos afortunados porque em nosso √≠ntimo habita n√£o um, mas dois grandes primatas. E os dois, juntos, nos permitem construir uma imagem de n√≥s mesmos consideravelmente mais complexos do que a que a biologia nos tem apresentado nos √ļltimos 25 anos. A ideia de n√≥s, humanos, como […]